PEÇA SOBRE ROGER CASEMENT VOLTA A SÃO PAULO COM MUDANÇAS NO ELENCO

Divulgação

Uma figura extremamente controversa, Roger Casement e sua vida são tema do espetáculo AS DUAS MORTES DE ROGER CASEMENT, que volta em cartaz no próximo dia 3 de abril, quarta, às 20h30, no Viga Espaço Cênico. Anna Toledo, Bruno Perillo, Chico Cardoso, Eliseu Paranhos, George Passos, Kiko Pissolato, Paulo Bordhin e Taiguara Nazareth compõem o elenco que conta essa história em dois atos, com a direção e texto assinados por Domingos Nunez.


Em forma de teatro documentário e musicada, a peça se divide em dois atos opostos que mostram um Roger Casement diferente. O irlandês é considerado um dos percursores na defesa dos direitos humanos e atuou, a serviço da coroa britânica, como cônsul no Brasil e África, buscando acabar com o abuso contra negros e índios – lutas que lhe renderam um título de Sir.  Toda essa luta de Casement aparece no primeiro ato, que tem um tom e clima mais sérios.

Leia também: LEANDRO KARNAL APRESENTA PALESTRA ‘MODELO, REGRA E TRANSGRESSÃO’ NO TEATRO BRADESCO, EM SÃO PAULO


Já no segundo ato, que tem um clima mais carnavalesco, o que se vê são os relatos que aparecem nos “Diários Negros” de Roger Casement – que já tiveram sua autenticidade contestada. Nesses documentos, o que se vê são as preferências homossexuais de Casement e até seu envolvimento com pedofilia. Foi a descoberta desses diários que rendeu sua condenação a morte. 
Divulgando o teatro irlandês no Brasil A intenção principal de Domingos ao montar uma peça sobre o irlandês é introduzir ao público de teatro no Brasil a trajetória, o legado e a atuação de Roger Casement em três continentes, um pouco mais de cem anos após sua morte.
Não é só Casement que está nos planos de Domingos, com a Cia Ludens, que também assina essa produção, ele vem há anos trabalhando na popularização e disseminação do teatro irlandês no Brasil. 
Nessa peça em questão, o conceito de teatro documentário serviu como referência para a construção e forma final do texto. Na Irlanda, só recentemente há experimentos com essa vertente dramática, também conhecida como documento cênico.
O trabalho de Domingos já ganhou reconhecimento fora do País também. Além da temporada de estreia da peça em São Paulo, em 2016, ela também circulou por Florianópolis e se apresentou na Irlanda. Além disso, em outubro desse ano, ela será publicada em Londres pela editora Bloomsbury/Methuen.


Serviço:

AS DUAS MORTES DE ROGER CASEMENT 

Reestreia dia 3 de abril, quarta, às 20h30 horas, no Viga Espaço Cênico. 

Temporada: até 30 de maio, quartas e quintas, às 20h30 horas.

Ingressos: $ 40,00

Duração: 100 minutos. Recomendado para maiores de 14 anos. 

Viga Espaço Cênico – rua Capote Valente, 1323. Capacidade: 73 lugares. Bilheteria: uma hora antes do espetáculo.

Compartilhe!