TEATRO

Cássia Kiss apresenta no Itaú Cultural o seu espetáculo inspirado em Manoel de Barros e conversa com o público

Compartilhe

Cássia Kis na peça Meu Quintal é Maior do que o Mundo | foto: Gal Oppido

Nos dias 30 de março a 1 de abril (sábado a segunda-feira), o Itaú Cultural apresenta programação especial ligada à Ocupação Manoel de Barros, mostra em cartaz até o dia 7 de abril. Começa no fim de semana com a peça Meu quintal é maior que o mundo, novo projeto de Cássia Kis, estreado em fevereiro, em São Paulo. Responsável por reconectar a atriz aos palcos, o espetáculo nasceu de uma relação estreita dela com a obra e a figura do poeta mato-grossense. Na segunda-feira, ela participa da primeira edição do ano do Camarim em Cena, ação na qual artistas compartilham com o público seus rituais quando se preparam para entrar em cena. A mediação é da crítica teatral Beth Néspoli, do site Teatro jornal.

Cássia Kis passou a ter contato com a obra de Manoel de Barros (1916-2014) no início dos anos 1980. A partir de então, se tornou uma leitora voraz dos poemas do escritor, com quem passou a se corresponder e de quem virou amiga. A atriz foi uma das convidadas pelo Itaú Cultural para gravar depoimento para o hotsite da Ocupação Manoel de Barros (www.itaucultural.org.br/ocupacao), onde o público encontra, ainda, textos e fotografias sobre o homenageado.

Após quatro décadas alimentando o desejo de criar uma versão para o teatro da obra de Manoel de Barros, Cássia cuidadosamente fez de Meu quintal é maior que o mundo um marco importante de sua carreira nos palcos, marcando seu retorno ao teatro após um hiato de 10 anos. Para tanto, convidou Ulysses Cruz para assinar a direção e dividir com ela o roteiro do espetáculo.

Cruz montou a peça como uma prosa poética, na contramão dos espetáculos criados atualmente, e convidou o músico Gilberto Rodrigues para compor a atmosfera sonora do espetáculo, interpretada ao vivo. Além da execução musical, Rodrigues assumiu a direção e criação musical do espetáculo.

A peça se passa em um quintal, representado no palco por um tapete, no qual Cássia interpreta quatro diferentes personagens: um menino com 5 anos, um jovem de 15, um homem de 40 e um idoso de 85. Para atender à pesada demanda corporal exigida da atriz no palco, Cruz entregou a Cynthia Garcia, discípula do bailarino e coreógrafo Ivaldo Bertazzo, a direção de movimento do espetáculo, que é arrematado pelo trabalho de Nicolas Caratori como light designer.

Bastidores

Inaugurando a série Camarim em Cena deste ano, na segunda-feira, 1 de abril às 14h, Cássia conversa com o público sobre seus rituais e sua preparação antes de subir aos palcos e sobre sua trajetória, escolhas e trabalhos de criação de personagens. Todo o bate-papo em registro audiovisual feito pela equipe do Itaú Cultural.

A mediação é de Beth Néspoli. Jornalista, crítica e doutora em artes cênicas pela USP, ela edita o site Teatrojornal – Leituras de Cena. Tem artigos publicados nas revistas Cult, Sala Preta e no livro O ato do espectador (Hucitec, 2017). Entre 1995 a 2010 atuou como repórter e crítica no jornal O Estado de S.Paulo, e de 2003 a 2008 foi comentarista de teatro na Rádio Eldorado. Realizou a cobertura de mostras nacionais e internacionais, e foi jurada dos prêmios Governador do Estado de São Paulo, Shell, Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) e Prêmio Itaú Cultural 30 anos.

Ficha Técnica

Concepção e direção geral: Ulysses Cruz

Adaptação do texto: Cássia Kis e Ulysses Cruz

Direção de produção: Gustavo Nunes

Cenário e figurinos: Ulysses Cruz

Direção e criação musical: Gilberto Rodrigues

Execução musical: Gilberto Rodrigues

Fotografia e design: Gal Oppido

Assistente de design: Marina Engelhardt

Design do convite: Marcio Oliveira – Graphix

Luz: Nicolas Caratori

Direção de movimento: Cynthia Louzada Garcia

Costureira: Judite de Lima

Adereços: Luis Rossi

Assessoria de imprensa: Cris Rio Branco – Palavra Comunicação

Equipe turbilhão de ideias: Lucia Souza, Helber Santa Rita, Julliana Della Costa, Glauce Carvalho, Jessica Veiga

Produção executiva São Paulo: Arte & Atitude – Monique Mendonça, Isabel Gomez,

Renata Bento, Andreia Besteiro

Produção geral: Turbilhão de Ideias Entretenimento

 SERVIÇO

Meu quintal é maior que o mundo

Com Cássia Kis

Dia 30 de março (sábado), às 20h

Dia 31 de março (domingo), às 19h

Duração: 60 minutos

Classificação indicativa: Livre

Sala Itaú Cultural (224 lugares)

Interpretação em Libras

Camarim em Cena com Cássia Kis

Mediação: Beth Néspoli 

Dia 1 de abril (segunda-feira), às 14h

Duração: 120 minutos

Classificação indicativa: Livre

Sala Multiúso (40 lugares)

Classificação indicativa: Livre

Interpretação em Libras

Ocupação Manoel de Barros

Até 7 de abril

Terças-feiras a sextas-feiras, das 9h às 20h (permanência até as 20h30)

Sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h

Piso térreo

Classificação indicativa: Livre

Itaú Cultural

Avenida Paulista, 149, Estação Brigadeiro do Metrô

Fones: 11. 2168-1777

Acesso para pessoas com deficiência física

Ar condicionado

Estacionamento:Entrada pela Rua Leôncio de Carvalho, 108.

Se o visitante carimbar o tíquete na recepção do Itaú Cultural:

3 horas: R$ 7; 4 horas: R$ 9; 5 a 12 horas: R$ 12

Com manobrista e seguro, gratuito para bicicletas.

www.itaucultural.org.br

www.twitter.com/itaucultural

www.facebook.com/itaucultural

www.youtube.com/itaucultural

www.flickr.com/itaucultural