“Grupo de Teatro Cia do Ruído volta aos palcos, a partir do dia 19 de Outubro, com três sucessos de seu repertório: Oito Balas, Meia noite feliz Natal e Cerbera“

Uma assassina em potencial, uma noite de Natal em família e uma série de abusos sequenciais: esses são os enredos da trilogia da Cia. Do Ruído, com dramaturgia de Carol Rainatto. Em “Oito Balas”, Marion e Jean se encontram em situações limite e discutem seus atos perante a visão de uma sociedade hipócrita. Já em “Meia noite, feliz Natal” a família Assumpção chega ao estopim das brigas e protocolos familiares nesta noite tão celebrada. E por fim, “Cerbera” reúne personagens que estão em conflito direto com suas verdadeiras essências

A trilogia e temáticas foram desenvolvidas a partir de preceitos, conceitos, doenças, questões sexuais, obscuridade e profundidade. O labirinto de composições e este ser humano que o habita. O impulso da ação imediata. Oito Balas, Meia noite feliz Natal e Cerbera carregam consigo uma classe média sem coragem de assumir suas perversões, que são usualmente escondidas em seus discursos libertários. A hipocrisia é uma constante na linha do raciocínio das personagens que se encontram em verdadeiras situações de desespero, cada qual em seu âmbito, campo e espaço de situação. Uma concepção crua e de matéria bruta, encontrada até mesmo na cenografia aderida por cada uma das peças, desde sua estética à composição.

Dores humanas são expostas e vividas de forma intensa em cada uma das trajetórias. A contradição, a dualidade, a invenção de si. As dramaturgias levantam pontos cotidianos. A visão do público é colocada em direta intimidade com as tramas colocadas. Os jogos de organização e desorganização estética jogam diretamente com a contrariedade da realidade da mente de cada um dos personagens, que possuem uma desestruturada e desorganizada psique.

A ironia plantada e semeada dispõe um jogo que se ofusca entre o patético, a comicidade banal, os assuntos velados, os falsos segredos, a sedução e a poesia assustadora. A explicitação de uma sociedade contemporânea deformada, sempre no limite entre a loucura e a morte.

Carol Rainatto.

Carol Rainatto, 30 anos, é atriz, dramaturga, roteirista e diretora. Seus principais trabalhos na Tv foram em (2018) “(Des)Encontros”, pela Sony Latin America e em (2014), na novela “Amor à Vida”, pela Rede Globo. No teatro, esteve nos musicais: “Aldeia dos Ventos”, “Tipos”, e “Léo & Bia”, com direção de Oswaldo Montenegro. Atuou no teatro Infantil e também esteve em cena na peça “O Trem das Onze”, direção de Lucas Sancho. Carol é fundadora, dramaturga e atriz da Cia. Do Ruído (Cia independente de teatro), pela qual esteve em cartaz com “Oito Balas”, direção de Kleber Montanheiro, “Meia noite, feliz Natal.”, direção de Carol em parceria com Lucas Romano, e “Cerbera”, com direção de Elias Andreato. Está no elenco de “Marta, Rosa e João”, de Malu Galli e direção de Marco André Nunes. Caio Saly, Carol Rainatto e Elias Andreato – Os diretores da Mostra “Em 2012, logo após última aula de interpretação com Elias Andreato, me preparava para um trabalho como atriz. Em nossa conversa de “despedida”, recebi um conselho precioso e transformador deste mestre, que me incentivou a cavucar no meu universo dramatúrgico. Sem muito compreender e em paralelo, experienciando a vida e descobertas, anos depois, descobri que ele falava sério e que eu tinha historias para contar, mensagens para abordar. Segui e acreditei firmemente que alguém se interessaria em ouvir tudo aquilo, um dia. E depois deste barco seguir, convidei o Elias para dirigir um dos textos que considero o mais delicado, com receio de ser uma maluca almejando o impossível. Mas ele, como sempre gentil, aceitou a direção e embarcou com a nossa Cia. em nossa trilogia. E com sua luz, sabedoria e convicção ele orquestrou esse bando de gente jovem, que

tanto tem a aprender. Elias me inspira e é parte desse todo, dessa maquinaria, desse sonho.” Declara Carol Rainatto

Sinopse e Ficha Técnica

Meia Noite, Feliz Natal

Texto: Carol Rainatto

Sinopse: É noite de natal, e a família Assumpção te convida a espiar pela fechadura. Os filhos de Dona Martha se reúnem pela primeira vez sem sua presença e não imaginam que esta noite pode ser o estopim para a família. Em momentos em que a celebração e a nostalgia se encontram, ou sai briga, ou sai festa… Ou saem os dois. Conflitos e revelações muito pessoais vêm à tona ao som dos brindes natalinos. Bem-vindos a MEIA NOITE, FELIZ NATAL.

Elenco: Beto Schultz, Carol Rossi, Ynara Marson, Rodrigo Castro, Victória Blat, Eliot Tosta, Frederico Vasques e Mariana Spinola

Direção: Carol Rainatto

Duração: 75 min

Local: SP Escola de Teatro (Praça Roosevelt, 210)

Temporada: 19, 20, 21 e 22 de outubro

Sessões: sexta, sábado e segunda, às 21h, e domingo, às 19h

Ingressos: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação indicativa: 14 anos

Cerbera

Texto: Carol Rainatto

Sinopse: Planta venenosa. Divulgada vulgarmente como: “a arma do crime perfeito”. Uma vez usada para fins obscuros, pode inclusive matar por intoxicação sem deixar quaisquer vestígios. Em Cerbera, o público é convidado a observar mais claramente questões das quais, muitos de nós, infelizmente ainda não querem ver, ouvir, ou participar. Relações que ainda desafiam nossa compreensão como seres vivos entrelaçam todos esses personagens.

Elenco: Beto Schultz, Carol Rainatto, Carol Rossi, Ynara Marson e Rodrigo Castro

Direção: Elias Andreato

Duração: 80 min

Local: SP Escola de Teatro (Praça Roosevelt, 210)

Temporada: 26, 27, 28 e 29 de outubro

Sessões: sexta, sábado e segunda, às 21h, e domingo, às 19h

Ingressos: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação indicativa: 16 anos

Oito Balas

Texto: Carol Rainatto

Sinopse: Um bar decadente. Este é o cenário do encontro de dois seres enigmáticos prontos a explodirem segredos em um jogo psicológico que vai te provar que a mente humana é um grande poço sem fundo. Marion e Jean permitem que os espectadores tirem suas próprias conclusões e julguem a suas histórias. Assassinato, traições e mentiras estão prontos a emergir.

Elenco: Carol Rainatto e Mateus Monteiro

Direção: Caio Salay

Duração: 50 min

Local: SP Escola de Teatro (Praça Roosevelt, 210)

Temporada: 01, 02, 03 e 04 de novembro

Sessões: quinta, sexta e sábado, às 21h, e domingo, às 19h

Ingressos: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação indicativa: 14 anos

FICHA TÉCNICA GERAL: Realização : Cia do Ruído

Produção executiva: Beto Schultz, Bruna Lemela e João Godoy

Dramaturgia: Carol Rainatto

Direção Artística: Carol Rainatto / Caio Salay / Elias Andreato

Assistência de direção: Carol Rossi / Lucas Romano / Victória Blat

Design gráfico: Lucas Sancho

Assessoria: Leonardo Silva Assessoria

Figurino : Ananda Sueyoshi

Trilha sonora original: Yan Montenegro

Desenho de Luz : Andressa Pacheco / Nicolas Caratori

Cenário: Caio Salay / Diogo Monteiro / Luma Yoshioka / Rafael Boese

SERVIÇOS GERAIS:

Temporada: 19 de outubro a 04 de novembro

Local: SP ESCOLA DE TEATRO( Sede RooseveltPraça Roosevelt, 210 • Centro) Tel: (11) 3775-8600 E-mailinfo@spescoladeteatro.org.br www.spescoladeteatro.org.br

Ingressos: R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

* Bilheteria do teatro aberta

Compartilhe!
Categories: TEATRO